Três novos rótulos que elevam a ideia do básico


  • Fundamentos elevados
  • Fundamentos elevados
  • Fundamentos elevados

O básico é a base do seu guarda-roupa e, ainda assim, parece que todos os dias há uma nova peça de preenchimento 'perfeita' disponível. Isso faz você se perguntar: Será que existe um vestido universal de botões, blusinha, malha estruturada e calças limpas? Talvez precisemos mudar a forma como pensamos em um básico, e abrir a definição para todos os tipos de cortes e silhuetas que podem ser usados ​​todos os dias (ou seja, até dois dias seguidos), de inúmeras maneiras. No momento, existem três novas linhas que elevam a ideia do básico, trazendo uma mentalidade de passarela para roupas fáceis. A primeira é a Atea, que adquire alguns de seus tecidos da Nova Zelândia e oferece o tipo de desleixo da Céline que você deseja a um preço acessível para morar dentro dele. Trademark, uma nova linha fundada por Alexandra Burch e Louisa Burch, traz um toque ultraspare Nantucket à vida na cidade, enfatizando o conforto e os detalhes refinados. E, finalmente, há Samuji da Finlândia, que encontra sua paleta de cores na vista enevoada de um fiorde escandinavo e chama as roupas simples não básicas, mas necessárias. Todas essas três novas marcas acertaram na perfeição à sua maneira: fazendo com que cada peça - vestidos, ternos, jaquetas - parecesse rara, mas parecesse ser jeans e uma camiseta listrada.